A+ A A-

Aluno da EPSE conquista 2.º Lugar no Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro "Terras de La Salette"

Diogo Cordeiro, aluno do 2.º ano do Curso Profissional de Instrumentista de Sopro e Percussão na Escola Profissional da Serra da Estrela, na Classe de Trompa, do Professor Luís Santos, alcançou, no passado dia 10 de abril, o 2.º Lugar no Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro "Terras de La Salette". A edição de 2017 do Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro foi disputada entre 380 concorrentes durante quatro dias, com um júri constituído por professores/instrumentistas de renome nacional. Da EPSE participaram os alunos Nuno Baptista (Clarinete), Diogo Cordeiro, Sónia Matos e Gonçalo Almeida (Trompa). Em semelhante cenário de competição, também o ex-aluno Epse Miguel Ferreira (atualmente aluno de Saxofone na Escola Superior de Música de Lisboa) conseguiu garantir uma importante distinção no Concurso Internacional de Saxofone “Buffet Crampon”, ao conquistar o 2º lugar, na categoria C, numa competição que, para além dos participantes nacionais, reuniu instrumentistas de Espanha, Bélgica, França, Japão e Brasil que marcaram presença em Braga, entre os dias 8 e 10 de abril.

Depois da Orquestra EPSE ter alcançado o 1º. Lugar no 3.º Concurso Internacional de Banda - Filarmonia D’Ouro, em Santa Maria da Feira, na secção Académica, a aposta nos Cursos Profissionais da área da Música, com as vertentes de Instrumentista de Sopro e Percussão e Instrumentista de Cordas e Teclas, continua a dar frutos, destacando-se uma notável dinâmica na concretização de diferentes atividades, privilegiando a interação com a comunidade cultural e artística da região. Destacam-se a participação da Epse em atividades como o evento "Seia Jazz&Blues" e "Escolas com Jazz”, que abrangeu mais de 600 alunos do Concelho, entre os dias 6 e 9 de março, que teve uma ampla cobertura mediática a nível nacional, assim como a implementação de um projeto orientado para apresentações musicais a alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos, resultantes de dois projetos distintos: “A Viagem ao centro da Música” e “Um ensaio do pior”, a par de diversos Recitais de Instrumento e Concertos de Música de Câmara, entre os quais o lançamento do livro  sobre o “Património Azulejar Religioso na Diocese da Guarda”, organizado  pelo Município de Seia.

voltar ao topo